Skip to content
16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

1)-(Fotos Plano de fundo (Wallpaper)

 

 

…………………………..ImageProxy     ImageProxy-mail        -mail        ImageProxy-email

                   P Á S S A R O S   C O L O R I D O S

 

 

 

 

 

_______________________________________

37_15004  Panthera-onça

(Panthera onça) tigre-da-américa, onça-pintada, jaguar, jaguareté

Em se tratando de animais brasileiros, um parêntese para o animal  ‘símbolo/fera’  no Brasil( AC,  AP, CE, BA, ES, GO, MA, MG, MS, MT, PA, PI, PR, RJ, RO, RR, RS, SC, SP, TO) e  selva amazônica(IBAMA)- a onça pintada(Panthera onça) é um mamífero carnívoro pertencente à família dos felídeos, presente no continente americano desde a Califórnia até a Patagônia, também conhecido pelos nomes de  tigre-da-américa, jaguar e jaguareté. alcança  1,80 m   de comprimento, mais de 90 cm de cauda e pode atingir os 120 kg. São caçadores solitários de grandes e pequenos mamíferos. Atualmente é raro em muitas zonas e em outras, como a América do Norte, foi exterminado(Enciclopédia Barsa).No Brasil, motivo de constante atenção do governo(Perigo de extinção).

onça-pintada(panthera onça)-jaguar-tigre-da-américa-jaguareté

___________________________________. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .. . . . . . . . . . . . . . . . 

                                             – Fotos Para Wallpaper(proteção de tela) –

                        -PÁSSAROS                     PAISAGENS                   FLORES-

Série das fotos ‘Evanil’, preparadas e testadas para ‘plano de fundo-Wallpaper’, gratuitamente. Plano de fundo que agrade, não tem necessariamente que preencher toda a tela.

Clique na foto para definir para fundo de tela 

sanhaçu ou sanhaço-cinzento

Fotos 'Evanil' 002 (7) - Cópia - Cópia - Cópia

____________________________________________________________

gaturamo-verdadeiro(Euphonia violacea)

Fotos 'Evanil' 236 - Cópia (6) - Copia

__________________________________________________________________

fi-fi – gaturamo      –   casal

Imagem 034 - gaturamo-fi-fi, casal jovem

______________________________________________________________

saí-azul   – fêmeas

Fotos 'Evanil' 031 - Cópia - Copia (3) - Cópia

___________________________________________________________

sanhaço-cinzento

fotos-evanil-080-7-copia

__________________________________________________________

Fotos 'Evanil' 3896

_____________________________________________________

Fotos 'Evanl' 030 (4) - Cópia

____________________________________________

Fotos 'Evanil' minhas imagens 129 (2)

______________________________________________

Flores silvestres

Fotos 'Evanil' 622 (2)

_____________________________________________________

saí-azul – casal

Fotos 'Evanil' 007 - Cópia (2) - Cópia

_________________________________________

fi-fi -gaturamo  

fotos-evanil-003-copia-6-copia-copia

____________________________________________

saí-azul     –  filhote jovem  –   Fotos 'Evanil' 058 (9) - Cópia

________________________________

anum-do-campo

Fotos 'Evanil' 039 (2)

_________________________________________________________________

beija-flor         –       verde

Fotos 'Evanil' 263 (2)

____________________________________

saí azul-fêmea

Fotos 'Evanil' 013 - Cópia

________________________________

bico-de-lacre, biquinho…  –   /Clique na foto para definir e espere a foto abrir/

Fotos 'Evanil' 081 --

___________________________

canário-da-terra

Fotos 'Evanil' 036 - Cópia (4) - Cópia

___________________________________________

Fotos 'Evanil' 088 (2) - Cópia - Cópia

___________________________________________________________

saí-azul

Fotos 'Evanil' 056 - Cópia

__________________________________________________

Fotos 'Evanil' 011 (2)

________________________________________________________

Fotos 'Evanil' 378

_______________________________________________________

saí-azul

Fotos 'Evanil' 044 (3) - Cópia - Cópia

_______________________________________________________

sanhaço-do-coqueiro

Fotos 'Evanil' 013 - Cópia

—————————————————–

bem-te-vi

Fotos 'Evanil' 154

______________________________________

sabiá-do-campo

Fotos 'Evanil' 1806 (2)

__________________________________

gaturamo-verdadeiro /com filhotes-

Fotos 'Evanil' 030 (2) - Cópia

___________________________________

fi-fi    –   (gaturamo)

Fotos 'Evanil' 029 -

__________________________________________

sanhaçu ou sanhaço-cinzento

Fotos 'Evanil' 104

 

__________________________________________

anum-preto

Fotos 'Evanil' 012 (3)

_________________________________________

Casal de biquinho, bico-de-lacre, bombeirinho….

Fotos 'Evanil' 210 (3) -

Fotos 'Evanil' 021 (8) - Cópia

__________________________________

canário-da-terra

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

____________________________________

sanhaço-cinzento- filhote

Fotos 'Evanil' 004 -

____________________________________

sabiá-laranjeira

Fotos 'Evanil' 092 (2)

_____________________________________

joão-de-barro

Fotos 'Evanil' 071 -

___________________________________

saíra-amarela-casal

Fotos 'Evanil' 056 --

Fotos 'Evanil' 056 -

_________________________________

MAIS FOTOS PARA WALLPAPER

Fotos 'Evanil' 130 - Cópia (3) - Cópia

_______________________________________

 

Fotos 'Evanil' 002 - - Cópia

________________________________

Fotos 'Evanil' (10) - Cópia

_______________________________________________

 

Fotos 'Evanil' 378 (87) - Cópia - Cópia - Cópia

Fotos 'Evanil' 378-

____________________________________

 

Fotos 'Evanil'  22556                                                                                                   

16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

2)-Sabiá(espécies)

  

sabiá-laranjeira(turdus-rufiventris)-Foto Wallpaper-clique na foto p/definir


Fotos 'Evanil' 092 (2)

___________________________________________________________

sabiá-do-campo

Fotos 'Evanil' 1806 (2)

________________________________________

sabiá-pimenta(Carpornis melanocephala)Autor da foto – Sílvia Linhares(Centro de estudos ornitológicos)

6438970101_fe4546092c_z

______________________________________

sabiá-do-banhado(Embernagra platensis)

sabiá-do-banhado

________________________________

sabiá-una(Turdus flavipes) – autor da foto – Luiz Ribenboim

326-sabiá-una(Turdus flavipes)

18301-326-sabiá-una Turdos flavipes)-autor- Luiz Ribenboin

sabiauna

sabiá-una

____________________________________

sabiá-da-mata(Turdus fumigatus) – autor da foto – Claudio Giroto

13415-sabiá-da-mata(Turdus fumigatus)

____________________________________________

sabiá-barranco(Turdus leucomelas)                autor da foto – Roberto Harrop

8605484851_c681a8485e_z

Foto por Flávio Pereira

 8218236657_da229d4b9f_c                    

3405207852_9841e58322_z

sabiá-barranco (2)

_________________________________

sabiá-poca(Turdus amaurochalinus)             

Também conhecida como sabiá-do-bico-amarelo                                        Autor da foto:-     Dario Lins

3038268610_092587a5d6_z

Foto – Rudimar Narciso Cipriani

62012-foto-Rudimar Narciso Cipriani

_______________________________________

sabiá-da-praia(Mimus gilvus)Autor da foto – João Quental

5423-sabiá-da-praia(FFam. Mimidae)-Autor- João Quental

____________________________________

sabiá-do-campo(Mimus saturninus) – Brasil  nordeste, sudeste

sabiadocampo

__________________________________

Consultas/Comitê Brasileiro de

Registros Ornitológicos

 

16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

3)-Gaturamo(espécies)

fi-fi-gaturamo    Foto wallpaper- clique na foto para definir

fotos-evanil-003-copia-6-copia-copia

________________________________________________

idem -gaturamo-verdadeiro

Fotos 'Evanil' 030 (2) - Cópia

____________________________________________________________

idem-fi-fi-gaturamo

Fotos 'Evanil' 029 -

___________________________________________________

gaturamo-rei(Euphonia cyanocephala)

gaturamo-rei(Euphonia cyanocephala)

____________________________________________________

fêmea de gaturamo-rei  –        autor da foto – Geiser Trivelato

Gaturamo-rei(Euphonia cyanocephala)-femea alimentando filhote

____________________________________________________

gaturamo-rei

gaturamo-rei-g

___________

gaturamo-bandeira(Chlorophonia cyanea)  popular – bandeirinha

bandeirinha(Chlorophonia cyanea)

_______________________________

gaturamo-do-norte(Euphonia rufiventris) –  De: ralfsword

PERL7043-gaturamo-do-norte(Euphonia rufiventris)ralfsword

_________________________________________________________

gaturamo-capim(Euphonia finschi)

gaturamo-capim(Euphonia finschi)

4412880287_71b7f0b8bb-de- Bruno Chaves

_________________________________________

Consultas/Comitê Brasileiro de

Registros Ornitológicos

16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

4)-Sanhaço(espécies)

   Sobre ‘Sanhaço ou Sanhaçu’. Como se escreve?   –    

 O famoso dicionário brasileiro da língua portuguesa de “Aurélio Buarque Ferreira de Holanda’, edição anterior a 1960 ensina não haver diferença entre sanhaço ou sanhaçu. As duas palavras estão corretas. Em se tratando de forma científica de escrever, o comitê ornitológico brasileiro escolheu ‘sanhaçu’, pela tradição. Sanhaço é abreviação, tom. Soa melhor e foi se adaptando popularmente com o tempo.

sanhaço-do-coqueiro

Fotos 'Evanil' 013 - Cópia

____________________________________________________

sanhaço-cinzento( Thraupis sayaca)-Foto Wallpaper -clique na foto p/definir

fotos-evanil-080-7-copia

__________________________________________________

sanhaço-pardo(Orchesticus abeillei)       – de: Guia Pet & Cia

de- Guia Pet & Cia - Copia (3)

______________________________________________

sanhaço-frade(vídeo) de:  ornitogui

282-sanhaço-frade(Cobrap)

_________________________________________________

sanhaço-de-encontro-azul(Tangara cyanoptera)

Observar mancha azul começo asa    –    Autor da foto ‘Dario Lins’

sanhaço-de-encontro-azul

Observar mancha azul começo asa

sanhaço-de-encontro-azul1

Observar mancha azul começo asa

sanhacu-de-encontro-azul

_______________________

sanhaço-papa-laranjas(Pipraeidea bonariensis)página – terra da gente

sanhaço-papa-laranjas--sanhaço-papa-laranjas

____________________________

sanhaço-de-fogo(Piranga flava)autor da foto – Dario Lins

2619496770_fe7f2d0fc6_z

_____________________

sanhaço-vermelho(Piranga rubra) – autor ainda desconhecido/

sanhaço-vermelho(Piranga-rubra)

autor da foto – Luis Vargas

sanhaço-vermelho(Piranga rubra)-aut-Luis Vargas

________________________

sanhaço-escarlate(Piranga olivácea)

sanhaço-escarlate(Piranga olivacea)

__________________

sanhaço ou sanhaçu-papa-laranja(Pipraeidea bonariensis) Autor da foto – Fábio Duarte

sanhaço-papa-laranja(Thraupis bonariensis)-aut. Fabio Duarte

______________________

sanhaço ou sanhaçu-de-encontro-amarelo(Tangara ornata)-Autor da foto – Celi Aurora

sanhaço-de-encontro-amarelo-aut. Celi Aurora

________________

sanhaço-da-Amazônia(Tangara episcopus)

1511684-sanhaço-da-amazônia-aut. Bruno Santos Pereira

____________

sanhaço ou sanhaçu-de-asa-branca(Piranga leucoptera)-  De:     Nick Athanas

sanhaço ou sanhaçu-de-pena-branca(Piranga leucoptera)-de-Nick Athanas

De:  Lars Petersson

10302_White-winged%2Piranga leucoptera-sanhaço-de-pena-branca-de-Lars Petersson

__________________________________________________

Consultas/Comitê Brasileiro de

Registros Ornitológicos

16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

5)-Macaw-Araras brasileiras e Araras estrangeiras(18 espécies)

                                                                                                          

ARARAS BRASILEIRAS(endêmicas)  e araras encontradas no Brasil e em outros países

Os pássaros estão divididos cientificamente em três classes: família(uma), gêneros da família, sempre mais de um, e espécies do gênero muitas. Exemplo: a família dos Psitacídeos tem muitos gêneros e milhares de espécies. Ara significa Arara e significa também “ave de muitas cores”, no idioma indígena brasileiro tupi-guar./pronúncia: arará.  As araras(o maior psitacídeo do mundo) são encontradas no sul da América do Norte ( México ), passando pela América Central, até a Amécrica do Sul. São brasileiras as araras que só ocorrem no Brasil ( endêmicas ) e as que ocorrem aqui e em países limítrofes. O total de espécies são 18 (No mundo), com 2 espécies extintas há mais de 80 anos, a brasileira ‘Arara-azul-pequena (Anodorhynchus glaucus)‘  e  a arara-vermelha-de-cuba (Ara tricolor). Esta ave era nativa nesta ilha e está extinta desde o fim do século XIX. A família psittacidae constitui milhares de espécies no mundo.

ARARA-VERMELHA-PEQUENA(Ara macao)   – 

Nome popular: Ara-canga, arara-vermelha-pequena, arara-piranga – Nome científico: Ara macao – comprimento: 80 a 96 cm – peso: 900 a 1490 g. Cor: coloração vermelha e asas com penas amarelas e azuis, pele da face, branca. Distribuição geográfica: ocorrem no México, Nicarágua, Costa Rica, Panamá, Colômbia, Venezuela, Guianas, Equador, Peru e Bolívia. No Brasil ocorre na Amazônia, Mato Grosso, Tocantins, Maranhão. Habitat: Mata e beira dos rios. Alimentação: Frutos e sementes. Status: Espécie sem perigo de extinção, mesmo assim, classificada como CITES I. Não cosmopolita. Sofre com a destruição do ambiente em determinados locais e também com penas coletadas pelos indígenas.

arara-7315-Ara-canga ou arara-vermlha-pequena(Ara macau)

________________________________

ARARA-VERMELHA(Ara chloropterus)

Nome popular: arara-vermelha, arara-vermelha-grande – comprimento: 90 a 95 cm – peso: 1050 a 1708 g. Nome científico: Ara chloropterus – Distribuição geográfica: ocorre no Panamá, Colômbia,, Venezuela, Guianas, Equador, Perú, Bolívia, Paraguai. No Brasil ocorre desde a Amazônia até oeste do Piauí, Bahia, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e São Paulo. Coloração: difere da Ara canga ou arara-piranga(acima) por ter penas verdes no lugar das amarelas nas asas e por possuir penugens vermelhas na pele facial branca. Essa espácie não se encontra em perigo de extinção, mas é bastante comercializada e de suas penas serem coletadas  pelos indígenas.

DSC05710-1

IMG_9094-M

__________________

ARARA-CANINDÉ(Cient. Ara ararauna)

Nome popular: Arara-canindé, arara-de-barriga-amarela  –  Nome científico: (Ara ararauna)  – Comprimento: 75  a  86 cm  –  Peso: 995  a  1380 g  –  Cor: parte superior azul, inferior amarela, face com penugens pretas, garganta preta  –  Distribuição geográfica: Panamá, Colômbia, Guianas, Equador, Perú, Bolívia, Paraguai e Argentina. No Brasil ocorre na região norte, centro-oeste, Bahia, Minas Gerais, São Paulo e também em Campo Grande capital  de Mato Grosso do Sul –  Habitat: buritizais, babaçuais e beira de mata  –  Alimentação: frutas e sementes na sua maioria de palmeiras  –  Status: classificação, CITES II. Não se encontra em perigo de extinção, mas apresenta problemas com a frequente destruição de seu ambiente, fazendo com que fuja sempre de um lado para outro. Muito encontrada em cativeiro.

arara-azul 9

5135199745_3396b61e79_z

__________________________

ARARAS PEQUENAS QUE OCORREM NO BRASIL, MAS QUE SÃO POPULARMENTE CONHECIDAS COMO ‘ MARACANÃS ‘

MARACANÃ-GUAÇU(Ara severus)

Nome popular: Maracanã-guaçu  –  Nome científico: (Ara severus) – Foto de: Vk Comprimento: em torno de 50 cm  –  Peso: 285 a 387 g.  –  Cor: coloração verde , com penas vermelhas e azuis nas asas e calda, pele facial branca com fileiras de penas finas pretas e testa de cor castanha.  Distribição geográfica: Panamá, Colômbia, Venezuela, Guianas, Equador, Perú e Bolívia. No Brasil ocorre da região amazônica até norte de Mato Grosso. Habitat: áreas de mata ciliar e buritizais  Alimentação: frutos, sementes, flores e folhas. Status: essa espécie não se encontra em perigo de extinção.

Maracanã-guaçu-Ara severus

de - Vk-Ara severus-maracanã-guaçu

___________________

MARACANÃ-DE-CARA-AMARELA(Orthopsittaca manilata) 

Nome popular: Maracanã-de-cara-amarela  –  Nome científico: Orthopsittaca manilata  –  Comprimento: 44 cm  –  Peso: 292  a  390 g.  –  Cor: verde, com peito acizentado, abdômen vermelho vivo, face amarela e bicopreto  –  Distribuição geográfica: Colômbia, Equador, Perú, Bolívia, Venezuela, Guianas. No Brasil ocorre da Amazônia até Piauí, oeste da Bahia e de Minas Gerais e também no Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e Goiás  –  Habitat: faixa de mata e buritizais  –  Alimentação: frutos, frutos do buriti  –  Status: essa espécie não está em perigo de extinção (CITES II).

SAMSUNG DIGITAL CAMERA

401px-Orthopsittaca_manilata_-Brazil-6-Wikipedia

_________________

MARACANÃ-DO-BURITI(Primolius maracana)   

Nome popular: Maracanã-do-buriti  –  Nome científico(Primolius maracana)    Comprimento: 41cm  –  Peso: 246  a  266  –  : verde, abdômen e acima das coxas vermelho vivo, pele da face amarela pálida e a testa vermelha. Distribuição geográfica: ocorre do Maranhão até Argentina e Paraguai. Na beira das matas, buritizais e outros palmares. Alimentação: Frutos, sementes. Status: essa espécie é classificada como vulnerável a extinção ( CITES I ), ou seja, se medidas não forem tomadas essa espécie pode entrar em processo de extinção.

(Primolius maracana)

__________________

MARACANÃ-DE-COLAR(Primolius auricollis)

Comprimento: 41 cm  –  Peso: 240 a 259g.  –  Cor:  verde, fronte escurecida,  uma faixa de cor amarela no pescoço  –  Distribuição geográfica: Bolívia, Paraguai, Argentina. Brasil: Mato Grosso, Mato Grosso do sul, norte do Tocantins  –  Habitat: capões e mata de galeria  –  Alimentação: frutos, flores e pequenas sementes  –  Status: no Brasil essa espécie não se encontra em perigo de extinção. Pouco conhecida na natureza.

Maracanã-de-colar(Primolius auricollis)de--Terra da Gente

Primolius auricollis-maracanã-de-colar

Maracanã-de-colar(Primolius auricollis)de-Terra da Gente

______________________

MARACANÃ-DE-CABEÇA-AZUL(Primolius couloni)

Comprimento: 41 cm –  Peso: 240 a 259 – Cor: penas compridas das asas, azuis. Não tem cara branca, parte de cima da cauda, avermelhada  –  Distribuição geográfica: Perú, norte da Bolívia. Brasil: Avistada no Acre  –  Habitat: Mata, floresta tropical  –  Alimentação: frutos, flores, pequenas sementes  –  Status: espécie não muito conhecida no Brasil.

MARACANÃ-DE-CABEÇA-AZUL(Primolius couloni)

_____________________

MARACANÃ-NOBRE (Diopsittaca nobilis)

Comprimento: 30  a  35 cm  –  Peso:  129  a  169  g.  –  Coloração: verde, fronte azul, penas menores das asas, vermelhas e cara branca  –  Distribuição geográfica: encontrada desde a Venezuela e Suriname ao Brasil – Mato Grosso, Goiás, São Paulo e nos estados do nordeste  –  Habitat: orla da mata, palmares e cerrado  –  Alimentação: sementes, frutos, flores  –  Status: ( CITES  II  ),  não se encontra em perigo de extinção.

maracana_nobre

_________________________

                    ARARAS  BRASILEIRAS  DE  COR 

AZUL ARARA-AZUL-PEQUENA(Anodorhynchus glaucus)

Nome popular: Arara-azul-pequena, arara-celeste  –  Nome científico: Anodorhynchus glaucus –  Comprimento: 68  a  72 cm  –  Peso:   –  Cor:  azul semelhante a Leari. Possui o anel em volta do olho, pele em volta da mandíbula, de cor amarela.  A diferença da Lear está no tom de azul e amarelo(pele/bico) e também no comprimento  –  Distribuição geográfica: Leste do Paraguai, sul do Brasil, oeste do uruguai, norte da Argentina  –  Habitat:  magens dos rios Uruguai, Paraguai e Paraná  –  Alimentação: sementes de palmeiras(butia yatay)  –   Status: EXTINTA  há mais de 90 anos. Não foi localizado nenhum exemplar na natureza e nem em cativeiro. Fotos de empalhamento científico obtidas em coleções de museus no exterior. Espécie desaparecida antes de ser bem cohecida. Com população pequena no começo do século XIX. Causas prováveis da extinção: caça/capitura/cativeiro, descaracterização do ambiente natural e outras.

.

foto-AA-pequena-01     foto-AA-pequena-02

__________________________

ARARA- AZUL- DE-LEAR (Anodorhynchus leari)

Nome popular: Arara-azul-de-lear  –  Nome científico: (Anodorhynchus leari)Comprimento: 71  a  75 cm  –  Peso: 940 g.  –  Cor: coloração semelhante a arara-azul-grande. A diferença reside no tom de cores. Na Lear a cabeça e o pescoço têm um tom azul esverdeados(conf. foto abaixo), barriga azul desbotado, asas e cauda azul cobalto. A pele em torno da mandíbula possui a forma nódoa(gota) enquanto que a azul-grande possui a forma de uma fita  –  Distribuição geográfica: norte da Bahia (Reserva ecológica do Raso da Catarina e na Reserva Ecológica de Canudos  –  Habitat: região da caatnga(nos paredões de cânions de rochas sedimentares)  –  Alementação: sementes palmeira licuri, flores de sizal, frutos de pinhão, umbu, baraúna, mucunã, milho  –  Status: até 2008 encontrava-se na categoria de críticamente ameaçada(Apêndice I, CITES  I ). Atualmente está em perigo de extinção(tráfico ilegal, destruição de seu habitat e das áreas de alimentação  –  Conservação e manejo: existes programas de conservação da arara azul de lear no Brasil e programas  em conjunto com instituições internacionais  –  Referências acima: 2009.

arara-azul-de-lear(Anodorhynchus leari )

.     Namorando….

arara-azul-de-lear(Anodorhynchus leari)

____________________

ARARA AZUL

Nome popular: Arara-azul, arara-azul-grande, arara-preta, araraúna e arara-hiacinta. Em inglês:  Hyacinth Macaw ou Hyacinthine Macaw.  Alemão: Hyacinthara. Francês: Ara Bleu, Ara Hyacinthe, Ara Jacinthe. Sueco: Hyacintara, Större Hyacintara,   Espanhol: Guacamayo Azul, Guacamayo Jacinto, Paraba Azul  – Nome científico: Anodorhynchus hyacinthinus  – Status: É uma espécie ameaçada de extinção no Brasil e vulnerável, Apêndice 1 do CITES  –  Características: As araras azuis são sociáveis, vivem em família, bandos ou grupos. Pertencem ao grupo das aves mais inteligentes  – Tamanho: 1 m de comprimento(do bico à cauda) sendo a maior ave pcitacídea do mundo. Peso: Adulto 1300 kg, filhotes 1700 kg no período de pico de peso  – Cor: Plumagem azul cobalto, degradê da cabeça para a cauda, sendo preta a parte inferior das penas das asas e cauda. Possui amarelo intenso ao redor dos olhos, pálpebras e na pele nua na base da mandíbula  –  Distribuição geográfica: Hoje é encontrada no Pantanal brasileiro, boliviano e paraguaio e  ainda nos estados de Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Amazonas, Pará, Maranhão, Bahia, Piauí, Tocantins e Goiás  – Habitat:  Dependendo da região onde são encontradas(anteriormente anunciada): áreas abertas, matas que possuem palmeiras, florestas úmidas, preferindo locais de várzeas ricas em palmeiras, áreas sazonalmente secas,  preferindo os platôs e vales dos paredões rochosos e ninhos na borda ou interior de cordilheiras e capões, ôcos de palmeiras, árvores emergentes ou em falhas de paredões rochosos, respectivamente  –Alimentação:  Sementes de Palmeiras, alimentação básica, que elas quebram com o potente bico. Dependendo da região: Acuri, bocaiúva, inajá, babaçu, tucumã, licuri ou catolé, piaçava, buriti, orbiguya eicheri.

De: Camila Couto

arara-azul-Camila Couto

________________________________________

arara-azul

_____________________________

ARARINHA AZUL

Segundo informações do governo (IBAMA) trata-se de espécie com população muito pequena e rara desde 1819, data em que foi encontrada e coletada, pela primeira vez, por Johan Baptist Von Spix em Juazeiro, Bahia. Entre 1985 a 1988, o ornitólogo suiço Paul Roth, percorreu extensas áreas, onde havia informações de ocorrência da espécie nos estados de Tocantins, Maranhão, Piauí, Pernambuco e Bahia e realmente encontrou a espécie na natureza. Em 1986, Roth encontrou 3 exemplares selvagens no Município de Curuçá – BA. Dos três, o casal nidificou em 1986, mas os filhotes foram roubados pelo tráfico. Em 1987 um dos três desapareceu e o casal, que sobrou tornou a nidificar e a fêmea foi capturada enquanto chocava os ovos, pelo tráfico. O último exemplar selvagem foi usado para acasalamentos  na década de 1990 e desapareceu de vez, no final do ano 2000 depois de tentativas de acasalamentos, pelo governo(IBAMA), que designou 1 biólogo e muitos estudantes, que lutaram pela reentrodução(sem sucesso) da espécie, na natureza.  Agora, com cativeiros em zoológicos no Recife e São Paulo, em conjunto com instituições internacionais, para o aumento da população, e depois treiná-las  a adaptação selvagem. -Um tema palpitante, para muitos, e complicado, para quem deseja informar. A impressão que se tem ‘O Intituto Brasileiro do Meio Ambiente’ não tem interesse tornar público a ‘Situação atual da ararinha azul’. São dez anos de silêncio comparando com a animada e agitada aventura, peripécias das tentativas de acasalamento na selva, fora do viveiro, na década de 90. O que se sabe é que existem pouco mais de 60 exemplares criados no cativeiro, a maioria fora do Brasil.

Nome popular: ararinha-azul  –  Nome científico: Cyanopsitta spixii  – Comprimento:  55  a  57 cm  –  Peso:  296  a  400 g.  –  Cor:  totalmente azul, sendo que na cabeça o tom é um pouco mais  claro(pálido) e nas asas o tom é mais escuro  –  Distribuição geográfica: Curuçá, cidade ao norte da Bahia  –  Habitat: Mata de galeria onde predomina a caraíba(Tabebuia caraíba)  –  Alimentação: Pinhão(Jatropha mollissima), favela, baraúva, caraibeira  –  Status: Considerada extina na natureza (CITES I). Existe um grupo de estudos com esforços internacionais para a recuperação da espécie coordenado pelo IBAMA. Os efeitos positivos de real envolvimento da população local promovidos pelo IBAMA em Curuçá na Bahia, ainda são efetivos e ao mesmo tempo que se busca o aumento da população em cativeiro, se conserva o habitat específico, visando futuras reintroduções.

A Ararinha azul e a Azul de lear são endêmicas. Genuinamente brasileiras. Só encontradas no Brasil.

ararinha-azul1

ararinhaazul

____________________________________________________________

                                                                  -ARARAS ESTRANGEIRAS-

                                      –ARARAS  QUE  NÃO  SÃO  ENCONTRADAS  NO  BRASIL-

Ara ambígua(Buffon’s Macaw)
Ocorre na América Central em Honduras, Nicarágua, Costa Rica e Panamá

1-a-buffons-macaw-ara-ambigua-joel-sartore

Ara ambigua e A. militaris apresentaram-se como táxons irmãos. Morfologicamente essas duas espécies são muito semelhantes, ambas possuem penas predominantemente verdes por todo o corpo, asas verde e azul e testas vermelhas, o que as diferenciam são as cores das caudas e o porte.

Ara_ambigua-

______________________________________

Ara rubrogenys( Red-fronted-Macaw)
Só ocorre na Bolívia.

Ara rubrogenys -

_________________________________________________________

Ara Militaris(Militaris Macaw) ARKIVE
Ocorre desde o México até o norte da Bolívia

Ara ambigua e A. militaris apresentaram-se como táxons irmãos. Morfologicamente essas duas espécies são muito semelhantes, ambas possuem penas predominantemente verdes por todo o corpo, asas verde e azul e testas vermelhas, o que as diferenciam são as cores das caudas e o porte.

Pair-of-great-green-macaws-allopreening

De: Oiseaux

Ara militaire Ara militaris Military Macaw

_________________________________________________

Ara Glaucogularis(Blue-throated  Macaw)

Só ocorre na Bolívia

Ara canindé Ara glaucogularis Blue-throated Macaw

478_Ara-Galucogularis

Ainda existem sub-espécies de araras estrangeiras acima, mas esse é um outro assunto.

_________________

Consultas/Girafamania, Projeto 'Arara Azul'/'Ararinha Azul'/Wikipédia -

visualiza  –            –      visualiza                      – visualiza

Finalizando,  as araras do gênero Ara(idioma indígena) quer dizer arara e ainda,  ave de várias cores, realmente são as mais coloridas. As aves estão destinadas a desaparecerem não só pela colonização, ocupação humana de seu habitat e consequentemente pela destruição de suas fontes de alimentação,  nidificação, tráfico de animais, e também pela transformação que o planeta vem sofrendo com verão e inverno rigorosos, falta de chuvas, incêndios nas matas, queimadas, o progresso. Ainda existem sub-espécies das araras estrangeiras que não foi tratado aqui.

16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

6)-Parrot-Papagaios da amazônia(e 14 espécies)

Educativo   ~   ~   ~    ~      ImageProxy-mail ImageProxy-email-mailImageProxy
.

aa

 

_______________________

                                                                                           

(Parrot)Papagaios brasileiros     –

PAPAGAIONome genérico das aves pcitaciformes da família dos psitacídeos, especialmente do gênero Amazona, com cabeça grande, pescoço curto e bico em forma de gancho, e uma grande variedade de cores e tamanhos; louro. Destas, uma vive no mangue 1)papagaio-do-mangue /Orange-winged Parrot(Amazona amazonica), Vive nas matas no litoral atlântico e chega aos manguezais.  Presente da Amazônia ao Paraná, oeste de São Paulo e Rio de Janeiro. Ocorre também em países limítrofes do Brasil. 2)papagaio-galego (A/ Yellow faced \ faced Parrot(A. xanthops),  Ave típica das regiões secas do Brasil Central; 3)papagaio-campeiro / Yellow-crowned Parrot (Amazona ochrocephala),  Pará, Amazonas, Acre, Rondônia e norte de Mato Grosso e países limítrofes e adjacentes. 4)papagaio-charão/ Red-spectacled Parrot (Amazona pretrei);  ave endêmica do Sul do Brasil. 5)papagaio-de-peito-roxo/ Vinaceous Amazon ou Vinaceous Parrot (Amazona vinacea), sul e sudeste do Brasil e 2 países limítrofes; 6)papagaio-da-várzea/ Festive Parrot / Loro Lomirojo(Amazona festiva),Amazonas e norte da América do Sul,  e assim por diante, desfilando uma bela diversidade de preferências. A espécie menos exigente é o conhecido 7)papagaio-verdadeiro / Blue-fronted Parrot   (Amazona aestiva), originalmente espalhado pelas matas úmidas e palmeirais do Nordeste (Piauí) ao Rio Grande do Sul e norte da Argentina. É tido como o mais falador e, por isso mesmo, uma das espécies mais pressionadas pelo tráfico de animais silvestres. E assim por diante ainda temos papagaio-de-cabeça-laranja(Pyrilia aurantiocephala), encontrado na região de afluentes da amazônia. Espécie recém-descoberta; papagaio-dos-garbes(Amazona kawalli), Espécie endêmica, exclusiva do Brasil. Só encontrada na amazônia. papagaio-moleiro / Mealy Parrot / (Amazona farinosa); papagaio-de-cara-roxa(Amazona brasiliensis), endêmico da Mata Atlântica-enc. nos litorais do Paraná e São paulo;  papagaio-diadema/ Red-lored Parrot ( Amazona autumnalis diadema), São encontrados no Baixo Rio Negro, Brasil central e países limítrofes; papagaio–de-bochecha-azul(Amazona dufresniana), habita no norte do Brasil, 1 país limitrofe e 1 adjacente;  papagaio-chauá/ Phauã/(Amazona rhodocorytha) endêmico brasileiro, espécie brasileira-hab. região nordeste/sudeste(em extinção). Ainda existem centenas espalhados pelo mundo onde a Austrália detém maior diversidade.

papagaio-chauá/ Phauã/(Amazona rhodocorytha)

untitled

untitled-papagaio-chauá(Amazona rhodocorytha)

________________________________________________________________________

papagaio–de-bochecha-azul(Amazona dufresniana)

413-papagaio-de-bochecha-azul(Amazona dufresniana)

____________________________________________________________________

papagaio-diadema/ Red-lored Parrot ( Amazona autumnalis diadema)

papagaio-diadema

__________________________________________________________

papagaio-de-cara-roxa(Amazona brasiliensis)

papagaio da cara roxa 2

____________________________________________________________________

papagaio-moleiro / Mealy Parrot / (Amazona farinosa)

Amazona_farinosa_at_Jungle_Island-4c

JJ6S0456---2

___________________________________________________

papagaio-dos-garbes(Amazona kawalli),

kawalls-amazon-b5be318dc3ceea5def8b7c72356a9c77-papagaio-dos-garbes(A. kawalli)

________________________________________________________

papagaio-de-cabeça-laranja(Pyrilia aurantiocephala)

15772676-papagaio-de-cabeça-laranja(Pyrilia aurantiocephala)

____________________________________________________

papagaio-da-várzea/ Festive Parrot / Loro Lomirojo(Amazona festiva)

amazone_tavoua_mach_1g-papagaio-da-várzea(Amazona festiva)

-O Festiva tem o dorso vermelho, o excesso de azul: a idade e gravação foto no escuro sob foco de luz

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

papagaio-da-várzea(Amazona festiva)

_______________________________________________________________________

papagaio-de-peito-roxo/ Vinaceous Amazon ou Vinaceous Parrot (Amazona vinacea)-Fotos  de J. D. Doke

365-1-1-4-amazona-vinacea-loro-vinoso-temaiken-07-09-copia

Papagaio-de-peito-roxo(Amazona-vinacea)

________________________________________________________________

papagaio-charão/ Red-spectacled Parrot (Amazona pretrei)

papagaio-charão(Amazon vinacea)

.papagaio-charao-f-2-com

________________________________________________________________

  papagaio-campeiro / Yellow-crowned Parrot (Amazona ochrocephala)

Yellow-headed Amazon parrots (Amazona ochrocephala oratrix).

__________________________________________________________

 papagaio-galego (A/ Yellow faced \ faced Parrot(Amazona xanthops)

Papagaio-galego(Amazona xanthops)

_____________________________________________________________

papagaio-do-mangue /Orange-winged Parrot(Amazona amazonica),

 papagaio-do-mangue(Amazona amazonica)

_______________________________________________________________________

papagaio-verdadeiro(Amazona aestiva) / Blue-fronted Parrot o mais falador. Originalmente espalhado pelas matas úmidas e palmeirais do Nordeste (Piauí) ao Rio Grande do Sul e norte da Argentina. O mais falador e, por isso mesmo, uma das espécies mais pressionadas pelo tráfico de animais silvestres. Muitas espécies podem imitar a conversação humana e outros sons. Uma faceta importante da domesticação dos papagaios são os pio, com os que respondem a quase qualquer som agudo: ambulâncias, buzinas de carros, choros de crianças, e, inclusive, à televisão. Non obstante, nem todos os papagaios são iguais: existem os mais tranquilos, menos ruidosos, mais carinhosos..

–  Autor: Octavio Campos Salles

papagaio-verdadeiro-amazona aestiva

 

 928px-Amazona_aestiva_-pet-6

_______________

Consultas/Girafamania; '/Wikipédia -
16 de abril de 2013 / 'Pássaros Coloridos'

7)-Saíra, saí-azul(espécies)

 

 

saíra-amarela(Tangara cayana)                      Autor da foto- Evanil Moura

Fotos 'Evanil' 056 --

Fotos 'Evanil' 056 -

___________________________________________________________

sete-cores-da-Amazônia(Tangara chilensis)

sete -cores-da-amazônia

____________________________________________________

saíra-lagarta(Tangara desmaresti)

saira-lagarta (2)

____________________________________________

(Saíra) –   Cient.-      pintor-verdadeiro(Tangara fastuosa)  –    Nordeste brasileiro –      Autor da foto – Marcos Vinicius Lameiras

saíra-pintor-verdadeiro-por- Marcos Vinicius Lameiras

_______________________________________________

saíra-de-bando(Tangara mexicana)

saíra-de-bando(Tangara mexicana)_3_1_- 4shared

__________________________________________________________

saíra-beija-flor(Cyanerpes cyaneus) ,  –   conhecida também como saí-azul-de-pernas-vermelhas, saí-beija-flor, saí-verdadeiro e sapitica.  macho jovem, virando adulto-  Maranhão ao Rio de Janeiro, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás, Tocantins, Roraima e Amazonas. –   Autor da foto(nome impresso na foto) – Roberto Harrop

q que saira-beija-flor-Roberto Harrop

saira-beija-flor (2)

___________________________________________________________

saíra-viúva(Pipraeidea melanonota)

saira viuva

__________________________________________________________

saíra-sete-cores(Tangara seledon) – autor da foto – Rafael Fortes

saara_10

Autor da foto – Amarildo Jordão

33051-saíra-de-sete-cores(Tangara seledon)-wikiaves-Autor-Amarildo Jordão

_______________________________________________________

saíra-diamante(Tangara velia )

P1050922

________________________________________________________

saíra-de-cabeça-azul

saíra-de-cabeça-azul-1g

______________________________________________________________

saíra-de-cabeça-castanho

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

saíra-de-cabeça-castanho-1g

_______________________________________________________

saíra-pintada

saíra-pintada-m2 (2).bmp-shared

__________________________________________________________________

saíra-de-papo-preto

saíra-de-papo-preto.m1-jpg

saíra-de-papo-preto.g-jpg

saíra-de-papo-preto.m2-jpg

____________________________________________________

saíra-militar(Tangara cyanocephala)

saira-militar1

Autor da foto – Sergio Castro

14273-saíra-militar(Tangara cyanocephala)-Autor-Sergio Castro

Autor da foto – Rafael Fortes

30184saíra-militar(Tangara cyanocephala)-Autor-Rafael Fortes

_______________________________________________________________

saíra-preciosa(Tangara preciosa)  –  Autor da foto – Dario Lins

saira-preciosa(Tangara preciosa)CRBRO

________________________________________________________________

saíra-ferrugem(Hemithraupis ruficapilla)  – sul da Bahia, de Minas Gerais ao Rio Grande do Sul –  De:  Edson Dressel

saíra-ferrugem-Edson Dressel

De: Ricardo Toledo

saíra-ferrugem-Ricardo Toledo

_______________________________________________________________________________

_______________________________________________________________________________

 

 

-SAÍ -ESPÉCIES-

saí-azul(Dacnis cayana)                        Autor da foto-           Evanil Moura

Fotos 'Evanil' 011 (2)

______________________________________________________________________________________

saí-de-perna-amarela(Cyanerpes caeruleus)

4169456460_a768b865c5_b - Cópia

Fêmea

Purple Honeycreeper - Female (Cyanerpes caeruleus)

____________________________________________________

saí-amarela (Dacnis flaviventer), macho

6-saí-amarela

_________________________________________________

saí-verde(Chlorophanes spiza) – Autor da foto – Rafael Fortes

24138-saí-verde-macho(Esp. Chlorophanes spiza)-Autor- Rafael Fortes

saí-verde fêmea       Autor da foto – Luiz Ribenboim

12912-saí-verde, fêmea(Espécie-Chlorophanes spiza)-Autor-Luiz Ribenboim

Autor da foto – Dario Sanches

saí-verde(Chlorophanes spiza)-Autor-dario sanches

______________________________________________________________________

saí-andorinha(Tersina viridis)   –   autor da foto Dario Sanches

saí-andorinha(Tersina viridis-Foto-Dario Sanches)

autor da foto -Denílson Rodrigues

3180309

_________________________________________________________

saí-de-máscara-preta(Dacnis lineata)   –   De:  4shared

sa-de-mscara-preta

saí-de-máscara-preta-1p

____________________________________________

Consultas/Comitê Brasileiro de

Registros Ornitológicos